ago 10

Turno Livre Musical #00 – Músicas Bizarras (Piloto)

Novidade no Papo Canela!

Todo dia 10 não é só o dia que as suas contas vencem, o Turno Livre engata seu projeto mensal sobre música. E de cara, Tiago Rosas, Raphael Morgado e Igor Fernandes falaram sobre músicas, músicos e bandas e o caralho a quatro que temos no cancioneiro mundial.

Comentados no episódio

JEQUIEL GUEDES ONÇA MORTA

Gizele – Feriado (Holiday)

Hungry moments-The misfats

Seu Lagarto

Faith No More – (HD) SWU Festival 

MR. BUNGLE – My Ass Is On Fire

Gorgoroth – Incipit Satan

Ghost – Live in Rock in Rio

GANGRENA GASOSA

DESAGRADÁVEL – Gangrena Gasosa – Documentário Completo

LADYBABY

Frank Zappa – Muffin Man

The drench Clever Hamsters jazz band

Quim Barreiros – O melhor dia para casar

Mc Champions e Mc Gu – Casa Maluca

OBJETO AMARELO – Lucro

Mini KISS: Detroit Rock City

Aphex Twin – Come To Daddy

Rogério Skylab – Fátima Bernardes Experiência

 

Siga-nos no twitter: @PapoCanela

 

Edição: Tiago Rosas / Vitrine: Felipe Canela

Assine: Itunes | Android

Curta:   Facebook

Comente: papocanelapodcast@gmail.com

  • Que episódio genial! Sérios ou não, músicos são em sua maioria como pavões: não basta a música em si trazer-lhes notoriedade, eles têm que dar aquela enfeitada, e isso gera mesmo bizarrices muito boas.

    Da escrotice total às letras estranhas, tivemos e temos bandas e músicas completamente bizarras, então deixo aqui algumas escolhas pessoais:

    – Piupiu e Sua Banda – que nos anos 90 praticava bizarrices extremas durante os shows, com o cantor (o tal Piupiu) mijando num copo e bebendo, depois cuspindo no público. Destaque para seu “hit” Bob Faz Meinha
    – Pornô Punk – outra banda brasileira estranhona, na qual os músicos faziam séquiço expricitú durante os shows com “profissionais” de ambos os sexos
    – Já que falaram em Mike Patton, seu projeto paralelo Fantômas fazia metal avant-garde com músicas muito estranhas, inclusive um álbum completo é nomeado pelas páginas da história (com músicas de apenas um ou dois minutos) e com Patton só convulsionando a voz, sem letra alguma
    – Alien Sex Fiend – banda inglesa de pós-punk completamente virada num hospício, na qual os músicos, entupidos de LSD e anfetaminas, se esfregavam em sangue e em alguns shows chegaram a se cortar para esguichar na audiência

    Ótimo episódio, adorei. Das opiniões às escolhas musicais e piadas, foi simplesmente perfeito. Abração, e espero mais programas assim. Deixo abaixo um clipe de Alien Sex Fiend para a apreciação de vocês, hahahaha – https://www.youtube.com/watch?v=Bfm7cOJfOjk